Ahparaneo no Facebook

quarta-feira, 15 de março de 2017

Esquerda Utopia

 


Sonhos, sua vida era movida a sonhos, utopias que ainda não entendia,
Sociedade estranha, tudo pode em nome da justiça, justiça social de meliantes,
Onde o real não é a verdade cativante, ninguém precisa deste mundo entediante.
Pois o tédio é que move essa luta, Viva a esquerda eletrizante.

Entrou para o diretório,
Fumou maconha e estampou o Che Guevara,
Sua palavra preferida era  “imperialismo”,
A turma lhe catequizou para o socialismo.

Já faz dois anos que está na faculdade, papai não aceita a erva,
Mamãe diz que barba é coisa de relaxado, são conservadores de direita,
Criaturas trabalhadoras que não querem a justiça social, não querem a sociedade dos iguais,
Quanta hipocrisia pois o dinheiro continua vindo dos conservadores.

A faculdade acabou, voltou pra casa, o mundo real começou,
Não tem mais protesto e greve, nem passeata pelos ideais surreais,
Precisa trabalhar, a camisa teve que mudar, o sapato teve que colocar,
A igualdade era teoria hedonista. Maconha nem pensar, precisava raciocinar.

Encontrou um velho militante de paletó e gravata, agora office boy,
Não conseguiram conversar sobre os velhos tempos, nem deram um “tapinha”,
Seus olhares recíprocos bastaram para entenderem a sociedade dos desiguais,
A dupla hipocrisia foi ver gente feliz, sem causas e sem direitos sociais.

E ainda trabalhavam!

segunda-feira, 13 de março de 2017

Prefiro as verdades doloridas

 

“O que sempre fez do Estado um verdadeiro inferno foram justamente as tentativas de torná-lo um paraíso” (Hoelderlin)

O Brasil está difícil para pessoas que gostam de falar a verdade. Pessoas que odeiam hipocrisia. Parem para pensar como esse povo gosta de uma massagem no ego. A Prefeitura está abarrotada de gente sem necessidade trabalhando, mas quem fala disso é quase linchado. Eu mesmo já fui alvo dos empreguistas. Os shows da festa atendem ao mercado atual fonográfico do Brasil. Artistas bonitinhos com letras terríveis. Produtos da mídia só pra vender. Ou vai dizer que a Anita, o Safadão e os sertanejos contratados são obras primas da música nacional. Se bem que se contratarmos Marisa Monte ou Capital Inicial correríamos o risco de falência de público. Este (o público) é totalmente manipulado pela mídia. É uma pena. Preferem ver novelas e BBB´s do que ler um bom livro. Outro dia saiu uma matéria sobre o caso do baixo preço da cebola na RBA e o coitado do apresentador que só falou a verdade foi massacrado. As pessoas querem ouvir que basta uma greve bem feita e uma pressão dos parlamentaristas em Brasília e tudo vai mudar. Querem mentiras! Um outro falou outra verdade, leis econômicas, oferta e procura, planejamento. Mais um massacre. Teve agricultor que colocou a culpa nos cerealistas. Estes estão ganhando dinheiro. Meu Deus! É como diz o filósofo Pondré, colunista da folha “O caráter de alguém que escreve é medido pela ausência de desejo de agradar quem lê.” Os hipócritas gostariam que o que eu escrevo aqui lhes agradassem, lhe fizessem uma massagem no ego. Só que não posso. Este não sou eu.

Buscar neste blog