Ahparaneo no Facebook

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Por que nada muda com Lorinho na Prefeitura. Na verdade piora…



Gestão ineficiente
Várias prefeituras Brasil afora já perceberam que precisam enxugar a máquina, colocar gente capacitada nos cargos importantes e focar nos problemas básicos, especialmente educacão. Lorinho nada fez de diferente até agora, colocou secretários e diretores nitidamente sem capacidade, caso do diretor do Demutran que já começou o ano fazendo lambança no caso do problema dos semáforos. Na educação, secretaria mais importante de todas, a atual nao tem experiencia e competência para fazer a educação tomar os rumos que precisa. Trouxe de volta seu antigo secretário de finanças, que estava no município de Petrolândia, outro centralizador e barreira de gastos para os outros secretários que necessitam pedir benção para poder gastar o seu próprio orçamento. E digo mais, os vereadores que fiquem atentos a provável mudança de sistema que poderá ser inevitável com o atual secretário, fã de um outro sistema e que por certo fará de tudo barrar o atual, que é da cidade de Rio do Sul, este sim reconhecidamente um dos melhores sistemas do Brasil. O motivo? Cada um tire suas conclusões. Mas é óbvio.


E os casos obscuros vão começar
Os valores do shows contratados para a festa da cebola sao exorbitantes. Uma fonte me confidenciou que o shows custam bem menos que o anunciado. Será que já tem treta ai? Volto a repetir, fiquemos de olho na troca de sistema e na prestação de contas dos shows da festa.


Prefeito teimoso e revanchista
Lorinho não escuta ninguém, especialmente os mais novos e com capacidade. Frequentemente perde o controle e não tem estrutura emocional para lidar com o cargo. Eu sei o que falo. Há muitos relatos de descontrole do prefeito porque simplesmente alguém discordou de seus atos. As perseguições políticas já começaram e tenho relatos de três servidores que estão sendo perseguidos porque não o apoiaram. Uma inclusive vai pedir demissão.


Máquina inchada
O quadro de funcionários da Prefeitura continua com mais de 700 colaboradores, prova inequívoca das promessas de campanha, o famoso “empreguismo”. Resumindo, nada de gestão profissional como manda os novos tempos. Lorinho é uma volta ao passado, volta dos tempos dos coronéis. Inabilidade de gestão e falta extrema de preparo intelectual.

Buscar neste blog