Ahparaneo no Facebook

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Bunda e Maconha


Calma lá, não me julguem pelo título desta postagem, pois já vou explicar o motivo. A indústria da música está realmente ruim (para ser educado). Em 1984 a DISCOS-CBS solicitou autorização ao Serviço de Censura Federal para a aprovação da música escrita por Raul Seixas chamada “Conversa prá boi dormir”. A música é cheia de metáforas e o veto (foi vetada pela censura) foi baseado resumidamente na seguinte estrofe:

Bunda com bunda na hora do sono
Do bunda mole que não tem opção
Sem ter ideia porque está na reserva
Acreditando em tudo que diz João

Não cabe aqui a interpretação, a mulher com certeza não queria nada naquela noite. Uma das diversas brincadeiras que estão presentes nas letras do maior roqueiro do Brasil.

Lá no funk carioca, onde o populacho emerge nas letras medíocres, numa vulgaridade incrível, tudo pode, veja uma estrofe de um tal funk do MC G15:

Eu preciso te ter
Meu fechamento é você, mozão
Eu não preciso mais beber
E nem fumar maconha

E assim vai. Os jovens escutam e cantam. Postam videos no you tube soletrando as letras pobres e ignorantes desta criação abominável das gravadoras brasileiras. Um verdadeiro assassinato ao nosso idioma. Entre a maconha e a bunda, fico com esta última. O hilário desta história verídica é que o funk carioca não foi censurada (esqueci, não estamos mais na ditadura militar). Sobrou pro “Rauzito”.

Na véspera dos meus 43 anos, eu retorno sempre aos meus ídolos do passado. Muito mais saudável que estas coisas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta postagem. Dê a sua opinião.

Buscar neste blog