Ahparaneo no Facebook

domingo, 28 de agosto de 2011

A vibe mudou!

No meu tempo de "metido a pegador" a gente ia para a balada e partia para o ataque. Olha só quanta presunção a minha, a gente achava que ganharia a mulher meio no estilo "jogador broca", tipo querendo passar sem dar, se é que o amigo "jogador" me entende. Era uma ousadia burra com conversas sem sentido. No fim a gente sabia que a "vibe" só rolava depois do efeito das "biritas" e que as mulheres espertas e resolvidas não davam a mínima bola para a gente naquela “manguaça” e restavam somente as encalhadas.

Hoje as mulheres nos escolhem e dominam amplamente a arte da "azaração". Os pobres fedelhos de primeira viajem infelizmente "pagam o pato", afinal, é preciso ter alguém na vanguarda, sempre. O perfil do "idiota" é farejado imediatamente pelas mulheres, um papo sem sentido, uma pose copiada, uma conversa pobre e sem alternativas. As mulheres fizeram pós-graduação em azaração e dominam todos os subterfúgios "tolos" daqueles que acham que vão se dar bem na balada.

O que as mulheres querem é um cara divertido, com sacadas inteligentes, com dinheiro no bolso sim, alguém que fuja do egocentrismo comum dos homens que adoram falar de carros, som e musculação e acabam não sacando a verdadeira diversão, a verdadeira "bola dentro." Experimente ir para uma balada com algumas amigas somente para se divertir, não pense em se dar bem, pense em ser legal, gentil, divertido. No fim as coisas acontecem naturalmente e você ainda pode ser escolhido. Viu?

New Generation - Ed. 360

Ana Paula Kuster - Ed. 360

Buscar neste blog